Este é um blog pessoal, onde colocarei textos escritos por mim em momentos de alegria e de angustia e textos que chegam em minhas mãos através de e-mails de amigos e que de alguma forma tocam meu eu interior.

17 de maio de 2013

SENTIR RAIVA É BOM OU RUIM ?

Sentimos raiva de muitas coisas e pessoas, mas como desde pequenos aprendemos que é ruim sentir raiva, e como sempre queremos ser bons e amados, deixamos a raiva para lá e ela fica escondida e guardada dentro de nós até virar um câncer ou outra doença qualquer.
Raiva sentimos muitas vezes e todos sem exceção uma vez na vida sentimos que devagarinho ela vai tomando conta do nosso ser.
Da raiva para a mágoa é só o passo de guardá-la, de não explodir.
Temos raiva de palavras, de sentimentos, de atitudes e muitas vezes de nós mesmos quando não agimos como queríamos ou não tomamos a decisão que mudaria nossa vida por medo ou por causa de pessoas ou situações.
A raiva é uma comunicação incompleta, quantas vezes irmãos brigam por coisas pequenas que depois por falta de diálogo tornam-se enormes.
Quem é filho único quanto gostaria de ter um irmão para brigar, porque brigam com ele e ele não pode brigar com os adultos, não pode expressar seus sentimentos de raiva e queria ter alguém do seu tamanho para também poder brigar.
Crescemos e já adolescentes brigamos com o mundo, ninguém nos entende, não nos dá espaço de falar de nossos sentimentos e pensamentos sem vir sermão por cima. Quando a raive é muito grande, nos tornamos rebeldes e impossíveis.
Quando já adultos temos que ser educados e perfeitos para com todos e vamos engolindo todas as raivas.
Afinal o que é raiva, é bom ou ruim?
É boa se não a jogamos em cima de ninguém, mas também não guardamos para que vire mágoa. Esperando o momento certo e dialogando com as pessoas ou conosco mesmos, sem máscaras ou devaneios, vamos colocando para fora e acertando os ponteiros do nosso interior.
Quando ela fica na gargante como um nó presa, querendo sair através das lágrimas e as lágrimas não saem para aliviar, dar uma de louca e gritar sozinha o que está entalado, quebro esse nó e conseguimos nos livrar dela. Quando não podemos fazer isso ou desabafar com alguém que nos ouça, ela toma conta de nossos pensamentos, da nossa alegria, de nossos sentimentos, ela nos sufoca e nos faz morrer aos poucos e ficarmos doentes.
Como seria bom se houvesse um manual de como não nos deixarmos dominar por ela ou por qualquer sentimento, que ao nos dominar nos prejudica porque não temos autonomia de escolhas.