Este é um blog pessoal, onde colocarei textos escritos por mim em momentos de alegria e de angustia e textos que chegam em minhas mãos através de e-mails de amigos e que de alguma forma tocam meu eu interior.

3 de abril de 2013

O PODER DO UNIVERSO

Hoje saí para dançar, queria rodopiar, como o mundo, rir, ouvir música, cantar, ser feliz e sentir-me feliz, cheguei, não teve, não encontrei ninguém, porém a vontade de estar unida ao universo, ouvi o chamado do mar e fui, lindo marulhando, para uma praia deserta, um mar só meu, onde as ondas vinham molhar meus pés e levavam na volta para o mar todo o peso, todas as aflições, as dúvidas e incertezas.
Caminhar, brincar com o vai e vem das ondas, ora tocando meus pés levemente como pedindo permissão para me tocar, outras vindo com força como se fosse senhor e dono e não permitisse que ninguém viesse perturbar aquele doce marulhar que embala.
Enquanto pensamentos, sentimentos e ondas se misturam como momentos de vida em que somos felizes e queremos voar como as aves, ou como momentos tristes em que as lágrimas que escorrem salgadas vão se misturar com as águas salgadas no mar.
momento precioso em criatura se mistura com a criação e o criador, onde na imensidão que parece unir céu e horizonte, tudo é tão sublime, tão intenso que a vontade de rodopiar com o mundo, de dançar, parece uma coisa tão distante como se nunca tivesse saído para dançar, e sim saído para misturar minha alma conturbada, livre e inquieta com o poder de Deus, com a força do universo, e voltar inebriada da imensidão que nos faz pequena e da força que nos faz grande.