Este é um blog pessoal, onde colocarei textos escritos por mim em momentos de alegria e de angustia e textos que chegam em minhas mãos através de e-mails de amigos e que de alguma forma tocam meu eu interior.

22 de maio de 2013

FUGIR FUGIR FUGIR......

Queria poder fugir.
Fugir de meus pensamentos, de mim mesma, de tudo e de todos,  mas fugir pra onde? Porquê? Para quê? Se sempre vais comigo, não me deixas nem por um segundo, és minha sombra interior, sabes das minhas angustias, das minhas dores, não me dás soluções, mas não me deixas sozinha, mesmo quando estou cercada de gente me sentindo só, estás comigo.
Queria fugir, recomeçar, sem identidade, sem pré conceitos, sem medos, sem culpas, mas sei que vais comigo e tudo vai junto.
Para quê fugir, para ser outra pessoa? Enfrentar outras situações, até mais difíceis, mais doloridas, enfrentar novas pessoas, criar novas esperanças, novas decepções?
Melhor entender que somos sós, o que sentimos ninguém sente, pode até tentar amenizar nossa dor, mas ela é nossa, nós a colocamos ali e nós temos que descobrir como tirá-la do peito.
Tantas frases, tantas palavras de amizade, de carinho, até palavras duras e nada abre o cadeado da dor.
Estás sempre comigo, és minha companhia inseparável, porque não podes me ajudar a encontrar a chave, pelo menos me ajuda a encontrar as lágrimas perdidas para com elas poder ter um consolo. poder lavar a alma e olhar novamente tudo com um sorriso interior, ver a esperança chegar e o sol da vida brilhar.